domingo, 4 de agosto de 2013

O Real Monte Sinai

O Real Monte Sinai encontrada por Ron Wyatt.

Quero mostrar as provas arqueológicas que nos mostram mais uma vez a veracidade da Bíblia sagrada. É a respeito do verdadeiro monte Sinai, onde Moisés recebeu a tabua com os mandamentos.

Sr. Wyatt é o descobridor moderno original do verdadeiro Monte Sinai. Os 200 pés superiores de Jebel el Lawz está escurecido devido a cinzas. O Governo saudita tem escondido do mundo sobre essa descoberta.

"Não há tradição judaica da localização geográfica do Monte Sinai;. Parece que sua localização exata era obscura, já no tempo da monarquia .... Os eremitas cristãos e monges, principalmente do Egito, que se estabeleceram no sul do Sinai o segundo século dC em diante, fez repetidos esforços para identificar a localização do Êxodo com lugares reais para que os crentes pudessem fazer o seu caminho como peregrinos A identificação do Monte Sinai ou com Jebel Sirbal perto do oásis de Firan (Paran;.. Nilo, Cosmos Indicopleustes), ou com Jebel Musa, pode ser rastreada até o século IV dC [TO TEMPO Constantino]. " Enciclopédia Judaica, vol. 14, p. 1599

O caminho do êxodo do Egito, descoberto por Ron Wyatt;


O vídeo abaixo mostra o Monte Sinai com o seu cume ainda com cinzas, as rochas são negras em seu exterior. Quando Moisés recebeu a tábua com os dez mandamentos, Deus se fez presente como fogo.

E todo o monte Sinai fumegava, porque o Senhor descera sobre ele em fogo; e a sua fumaça subiu como fumaça de uma fornalha, e todo o monte tremia grandemente. Êxodo 19:18


Está prova foi escondida durante séculos, para proteger as religiões falsas.
Sempre ouve controvérsias de onde estaria o verdadeiro Monte Sinai, em Êxodo 3:12 nos mostra que o monte se encontra fora do Egito. Em 1761 encontraram o verdadeiro Monte Sinai, se encontra na Arabia Saudita, em Em Gálatas 4.25 nos prova essa localização.
Ora, esta Agar é Sinai, um monte da Arábia, que corresponde à Jerusalém que agora existe, pois é escrava com seus filhos. Gálatas 4:25
Reparem as imagens, o monte possui o topo queimado, conforme escrito em Êxodo 19.18-20, 24.17 e Deuteronômio 4.1, pesquisadores comprovaram que é granito, que esta carbonizado apenas por fora, e este local é o mais alto da região:




Na foto abaixo, no monte em frente ao pico existem pedras em forma de tábuas (Êxodo 24.12). Notar que há uma árvore crescendo entre as pedras. Logo abaixo destas existe uma caverna (parte escura um pouco abaixo do centro da imagem). Acredita-se ser a mesma na qual Elias se refugiou quando temeu a Jezabel (1 Reis 19.8-9), esposa do rei israelense Acabe.




No pé do monte, encontra-se essa estrutura (foto abaixo), ser o Altar do Bezerro de Ouro feito por Arão (Êxodo 32.5,19):
Muitos desenhos nessas pedras foram encontrados, como figura de vaca e touros no estilo egípcio, e os árabes diz que somente neste lugar que possuem desenhos com características egípcias, pois os israelitas na épocas estavam familiarizados com a cultura egípcia:








Moisés escreveu todas as palavras do Senhor, e levantou-se pela manhã de madrugada, e edificou um altar ao pé do monte, e doze monumentos, segundo as doze tribos de Israel; Êxodo 24:4
Em Êxodo, nos fala sobre 12 colunas que foram levantados nesse lugar, e encontraram o local onde Moisés levantou essas colunas, porém as autoridade árabes tiraram dali e colocaram em uma mesqusta.




Na foto abaixo, no caminho para o Monte Sinai, Moisés estava em Elim na Arábia Saudita, na Região Midiã, com 12 poços, conforme mencionado na Bíblia.


Na foto abaixo, vários artefatos encontrados pelo território.


Na área do acampamento, Dr. Kim apontando para a imagem mais antiga do candelabro de ouro que nunca foi encontrado. Este era o lugar onde o candelabro foi feito pela primeira vez.


O jornal Discovery Times, publicaram os achados arqueológicos:



0 comentários:

Shalom Adonai