terça-feira, 14 de maio de 2013

Salafistas e a Irmandade muçulmana.



Salafistas e a Irmandade muçulmana.

Sobre a situação religiosa do atual presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que o mesmo se diz cristão, porém usa um anel que possui escritas: "Não há Deus senão Alá". A bíblia nos diz que não conseguimos servir a dois senhores, o que não ajunta com certeza espalha.

Não há duvidas que cada vez mais o Islamismo se infiltra em todo o mundo. "A Irmandade" é uma organização islâmica fundamentalista. A Irmandade Muçulmana opõe-se radicalmente às tendências seculares de algumas nações islâmicas (ex: Turquia, Líbano, Egito, Marrocos) e pretende "retomar" os ensinamentos do Corão, rejeitando qualquer tipo de influência ocidental. A Irmandade Muçulmana também rejeita as influências Sufi e o chamado "islamismo moderado". O lema da organização é: "Deus é o único objetivo. Maomé o único líder. O Corão a única Lei. A jihad é o único caminho. Morrer pela jihad de Deus é a nossa única esperança".

O salafismo é um movimento reformista islâmico que surgiu no Egito no final do século XIX, o objectivo primário do movimento era reformar a doutrina islâmica de forma a adaptá-la aos novos tempos.

No último sábado, 11 de Maio, o clérigo salafista egípcio Abu Islam, ameaçou eliminar os cristãos em dois dias. E esses salafistas estão infiltrados no governo americano e ninguém se alarma pra isso. Muitos muçulmanos devotos a irmandade, hoje, ocupam cargos na administração de Obama. Querendo você ou não, isso é sério, abaixo um vídeo assustador em que Abu Islam diz:


"Confie em mim, muito em breve vamos ver a bandeira do" Não há deus senão Alá "voando sobre a Casa Branca. Eles já estão mantendo[muçulmanos] orações na Casa Branca. "



Se o salafista egípcio Abu Islam está blefando, o tempo nos esclarecerá quanto a veracidade dos fatos, mas não podemos descartar essa hipótese, porque afinal, até o próprio presidente americano esta interessado em criar laços com a irmandade.

Fernanda S Azevedo

0 comentários:

Shalom Adonai